Estou de volta ao blog?

Depois de quase 4 meses longe do blog, hoje decidi voltar. Devem estar a perguntar-se o que se passou para eu ter ficado tanto tempo afastada não é? Pois bem, eu até podia dizer que foi por falta de tempo por causa da faculdade e do trabalho mas na verdade não foi. Foi falta de vontade mesmo. Senti que vocês já não estavam com tanto interesse em artigos no blog e isso desmotivou-me um bocado. Já para não dizer que nem sempre é fácil ter ideias para novos temas. Estou de volta ao blog mas sem qualquer tipo de compromissos com vocês. Não vão haver posts de 2 em 2 dias, nem de semana a semana, e talvez nem de mês a mês, Vou escrever só quando tiver tempo e estiver com vontade de escrever, porque acho que as coisas genuínas devem ser assim. Se quiserem ficar a par de quando saem novos posts no blog não se esqueçam de me seguir pelo Instagram e pelo Facebook para ficarem sempre a par de tudo.

Um grande beijinho,

Marta Marques

Ler mais

Carta de mim para ti que vais entrar na faculdade

A ansiedade para saber se entramos no curso que queremos, sei bem como é. Estava de férias quando fui ver os resultados. O meu nome não estava lá. Bolas, pensei eu. Porque é que não entrei no curso que queria? Esforcei-me durante 3 anos para nada, não é justo. Duas décimas não podiam definir o meu futuro. Chorei muito. Não sabia o que fazer: podia fazer melhorias e tentar entrar no próximo ano, podia ficar numa segunda escolha que foi feita ao calhas porque tinhas certeza de que ia entrar no curso que queria, podia ir para uma privada ou podia ir para longe de casa. Nada me pareceu razoável. A minha vida ficou confusa naquela altura. Para piorar tudo, eu estava na minha pior fase de ansiedade, foram tempos muito difíceis. Desisti da ideia de uma faculdade privada por dois motivos: não queria dar mais despesa aos meus pais e tinha medo do que as pessoas iam dizer. A ideia de fazer melhorias também ficou logo excluída. Não queria que me achassem burra (e eu não era, nem sou. Acabei o secundário com média de 17, o que para mim foi muito bom). A ideia de ir estudar para longe de casa também foi logo excluída. Como é que alguém com ansiedade consegue dar um passo tão grande sem ajuda da família e dos amigos? Para mim não fazia sentido. Eis que sobrou uma única opção, ficar num curso que não queria. E assim foi. Fui para a FLUP, para o curso de Línguas, Literaturas e Culturas. Ah, nem cheguei a dizer para que curso queria entrar: Línguas e Relações Internacionais. Continuando… Não gostei do curso. Não gostei da faculdade. Não gostei do ambiente. NADA. Não gostei de nada.
Não ia ficar num curso que não me dizia nada. Voltei a repetir os exames no ano seguinte para ver se era desta que entrava em LRI mas não me foquei nesse curso só. Vi outras opções que me agradassem, no meio delas estava o meu curso atual: Comunicação Empresarial. Escusado será dizer que voltei a não entrar em LRI mais uma vez, desta vez por três décimas. Sabe-se lá porquê mas a média andava a subir de forma desmedida. Fiquei triste não vou mentir. Mas eu sei que o meu destino está traçado, e se não entrei era porque já estava destinado ser assim. Conformei-me e lá fui fazer a inscrição. Estava bastante animada confesso. Estava muito melhor da ansiedade e senti que estava no caminho certo desta vez. O primeiro dia de “aulas” foi de grande ansiedade, mas uma ansiedade boa. Conhecer a faculdade, conhecer os rostos das pessoas com quem eu ia ter que lidar todos os dias, conhecer os professores, as cadeiras. Estava feliz.
Tive muito receio de não conseguir fazer amizades. Mas consegui e levo comigo para a vida duas grandes amigas, vocês sabem quem são. Gostei dos professores (alguns nem por isso…), eram bem mais amistosos do que os profs da FLUP. Alguns sabiam o meu nome até. Gostei das cadeiras (tirando a de álgebra linear. Nunca fui muito boa com números apesar de gostar deles). No geral sinto-me bem no curso em que estou. Hoje em dia olho para trás e penso que talvez LRI não fosse o meu curso. Talvez eu estava a querer ser alguém que não sou. Com isto tudo quero dizer-te que vão haver sempre dúvidas ao longo da tua vida, e vais ter que ser tu a perceber o que queres realmente. É uma nova etapa que se aproveitares bem vai mudar a tua vida para sempre. Se entrares no curso que querias ótimo, se não entrares não vale a pena ficares triste. Os números não te definem. O que te vai definir vai ser a tua atitude perante todos os obstáculos que a vida te oferecer. Faz o que gostas e nunca terás que trabalhar um dia na tua vida (esta frase adequa-se muito bem aqui). Esquece se há desemprego na tua área porque vai haver sempre em todas as áreas. O que importa é que sigas de coração aquilo que TU queres, não o que os outros querem para ti. Vai de cabeça erguida e aceita o que a vida te der. Sê sempre grato/a pelo que tens. Tu vais longe. Acredita sempre em ti e esforça-te ao máximo. Prometo que no fim tudo vai valer a pena.
Senti que precisava de partilhar a minha experiência com vocês. Se quiserem saber mais sobre a faculdade, sobre o meu curso ou se precisarem de conselhos podem escrever nos comentários ou enviar e-mail que eu irei responder a tudo. Espero ter ajudado alguém desse lado.
Ler mais

50 fatos sobre mim

Eu sei que este tipo de TAG se costuma fazer muito no Youtube e eu pensei: porque é que não faço no blog? É uma forma de quem está desse lado a ler os meus posts me conhecer melhor. Hope you enjoy it!
1- Tenho 19 anos
2- Estou no curso de Comunicação Empresarial
3- A minha cor favorita é o branco
4- A minha comida favorita é risotto de cogumelos
5- Estou sempre a comer
6- Peso 54 kg
7- Meço 169 cm
8- Adorooo batatas fritas (quem não né?)
9- Prefiro fato de banho/trikini em vez de bikini
10- A minha estação favorita é o verão
11- O meu destino de sonho é ir à Austrália
12- Adoro animais (e tenho a cadela mais fofa do mundo)
13- Sou muuuiiitooo organizada
14- Sou impaciente
15- Odeio falsidades e mentiras
16- Nunca saio de casa sem brincos
17- Adoro fotografar (gostava de ter mais tempo para o fazer)
18- Sou viciada em séries (para breve vai sair um post com as minhas séries favoritas)
19-  Sou muito teimosa
20- Gosto de cozinhar
21- Sou do Sporting
22- Adoro jogar basquetebol (apesar de já não o fazer há algum tempo)
23- As minhas flores favoritas são orquídeas
24- Faço anos em julho e sou caranguejo
25- O meu artista favorito de todos os tempos é o Michael Jackson
26- A minha música favorita é a “Man in the mirror”
27- Prefiro a cidade ao campo
28- Não gosto de café
29- Adoro chá
30- Odeio touradas
31- Não consigo estar em espaços muito fechados
31- Tenho medo de palhaços
32- Não sei andar de bicicleta (ainda)
33- Adoro uma boa francesinha
34- Não aprecio bebidas com álcool no geral
35- Sou super fã dos filmes Harry Potter
36- Um dos meus filmes favoritos é o “How to kill a Mockingbird”
37- Gosto de me deitar cedo
38- Adoro escrever
39- Tenho pavor a abelhas
40- Adoro dançar e cantar
41- Não gosto de andar de carro
42- Gosto muito de ler um bom livro
43- Gostava de poder viajar muito mais no futuro
44- Adoro ir ao shopping (quando tenho dinheiro para gastar ahah)
45- Adoro o Natal
46- Uso óculos porque não vejo muito bem ao longe
47- Adoro aprender
48- Odeio pessoas homofóbicas e racistas
49- Gosto de saber sobre política
50- Adorava viver no Porto

 

Ler mais